Veja porque a verticalização de estoque é ideal para seu negócio

15 jul, 2021 | Armazenagem

longa industrial - logo

Por Longa Industrial

Desde 1964, desenvolvendo soluções em Sistemas de Armazenagem Logística, para empresas de todos o segmentos.

Você já pensou em implementar a verticalização de estoque em sua empresa? Para crescer e se destacar no mercado, todo negócio precisa adotar processos logísticos inteligentes e a etapa de armazenagem merece uma atenção especial.

Estima-se que os erros cometidos na gestão do estoque podem afetar em 1,5% as vendas no varejo. Diante disso, um gestor eficiente deve investir em melhorias constantes e ficar atento a novas metodologias de armazenamento.

Neste post você entenderá porque a verticalização de estoque é a escolha mais vantajosa para seu negócio e, claro, aprenderá a colocá-la em prática com segurança. Confira!

A importância de verticalizar o estoque

O estoque é um elemento essencial para o funcionamento de um negócio. Sem ele, a disponibilização do produto ao consumidor no tempo e na quantidade necessária seria praticamente impossível, gerando rupturas no ponto de venda e perda de vendas.

Um dos grandes desafios dos gerentes logísticos é adequar o espaço disponível ao volume de produtos a serem armazenados e é nesse ponto que a verticalização de estoque se torna uma saída inteligente.

Quanto mais uma empresa cresce, maior será sua necessidade de armazenamento. No entanto, nem sempre o armazém pode ser ampliado, por isso é preciso aproveitar melhor o espaço disponível.

Verticalizar é ser estratégico e ampliar sua capacidade sem elevar custos. Essa é a maneira mais eficiente de adequar a logística às necessidades do mercado, mantendo a empresa produtiva, competitiva e rentável.

As vantagens da verticalização de estoque

Verticalizar o estoque é uma decisão que traz vantagens expressivas para a empresa. Trata-se de uma estratégia capaz de gerar reflexos em diversos setores do negócio, principalmente em um cenário de alta concorrência, em que é preciso otimizar recursos para se tornar mais competitivo. Conheça seus principais benefícios!

Ganho de espaço

Por meio de estruturas de armazenagem adequadas, como o pallet de aço, o espaço aéreo do armazém passa a ser utilizado. O aproveitamento estratégico do local gera economia, pois evita que a empresa gaste com aluguel de armazéns ou construção de novos espaços.

Maior organização do estoque

Aproveitar melhor o espaço também ajuda a organizar o estoque. Em muitos casos, essa simples ação amplia a capacidade de estocagem e torna o dia a dia dos funcionários muito mais eficiente e produtivo, reduzindo, também, os atrasos na entrega de mercadorias.

Melhoria na gestão do estoque

Diante de um armazém verticalizado, a tarefa de gerir o estoque é muito mais simples. Em resumo, os processos se tornam mais ágeis e os funcionários conseguem acompanhar e localizar mercadorias com mais facilidade.

Mais agilidade nas operações de entrada e saída do estoque

A entrada e saída de mercadorias do estoque é um ponto crítico da logística. Esse processo precisa ser rápido e seguro, o que nem sempre é possível quando o armazém não segue normas de organização. Por outro lado, com a verticalização e o uso de maquinário e sistemas adequados, a tarefa é muito mais simples de ser executada.

Redução de perdas

Por fim, é importante citar que a verticalização amplia a segurança dos produtos e reduz perdas no estoque. Quando a metodologia é aplicada, é feito um estudo que considera vários aspectos na armazenagem. Assim, o controle sobre as cargas é maior e o índice de mercadorias vencidas e de contaminações aos produtos é menor.

A maneira correta de implementar essa metodologia

Decidir pela verticalização do estoque é apenas o primeiro passo para alcançar bons resultados com essa metodologia de armazenagem. Existem algumas premissas que devem ser observadas e que tornam o processo mais simples e seguro.

De modo geral, os setores que mais se beneficiam com a verticalização são aqueles em que os produtos podem ser paletizados. No entanto, com o uso dos equipamentos e estruturas corretas, esse método pode ser aplicado em qualquer área, já que existe uma grande variedade de sistemas disponíveis no mercado. Observe, a seguir, algumas dicas valiosas!

Avalie as características das mercadorias

Para que a verticalização seja feita de maneira produtiva é preciso analisar as características básicas das mercadorias em estoque. Ou seja, questões como o tipo de produto e local do armazenamento, dimensão, perecibilidade e o giro de estoque não podem ser ignoradas.

Mapeie o espaço disponível

É preciso dimensionar bem o espaço disponível para o estoque, pois isso é o que determinará como ele será aproveitado e como os itens serão organizados de maneira horizontal e vertical. A ideia é otimizar ao máximo o local, aproveitando-o de acordo com as características das cargas.

Escolha um sistema de armazenagem adequado

Com todos esses dados em mãos, é hora de escolher o sistema de armazenagem que melhor atende às suas demandas. Essa é uma etapa muito importante, pois garante organização, segurança e visibilidade dos produtos, tornando o processo de separação, por exemplo, mais ágil.

Invista em equipamentos de movimentação de cargas

Os equipamentos de movimentação de cargas são cruciais para o correto funcionamento de um estoque verticalizado. Por isso, é preciso investir em empilhadeiras, transelevadores e plataformas de acesso que atendam o tipo de carga e as operações do estoque.

Faça inventários com auxílio da tecnologia

A última dica é a realização de um inventário com o endereçamento dos produtos para facilitar a localização após a verticalização. Para isso, é recomendável que se utilize um bom software de gestão de armazém (WMS), um recurso fundamental para a gestão do estoque.

Conforme visto, a verticalização de estoque é uma estratégia que contribui para o crescimento de qualquer negócio e torna a gestão do armazém mais simples e produtiva. Seu grande benefício é a otimização do espaço, o que pode ser decisivo para o processo de crescimento empresarial. Afinal, é possível aumentar a capacidade de armazenagem sem elevar os custos.

Em um mercado altamente competitivo, essa decisão pode representar uma melhoria expressiva na rapidez e segurança da logística, aumentando a satisfação do cliente e, consequentemente, as vendas. Agora que você já sabe todas as vantagens de verticalizar seu estoque, que tal iniciar esse processo e desfrutar de um armazém mais otimizado? Entre em contato com a Longa Industrial e encontre a solução ideal para o seu negócio!

Conteúdos Relacionados

FIFO: o que é e quando utilizar?

FIFO: o que é e quando utilizar?

Imagine que você está comprando um iogurte no supermercado e observa uma placa enorme indicando que o item está em oferta. Será que você imediatamente pega o item ou antes analisa qual a sua data de validade? Esta é uma das funções do FIFO: dar clareza dos itens com...

Como evitar pontos cegos no armazém?

Como evitar pontos cegos no armazém?

Os pontos cegos no armazém são áreas de não visibilidade que surgem dependendo do volume e dimensões dos itens estocados ou das estruturas fixas que formam as estantes de armazenagem, prejudicando a visão completa de quantos objetos, de fato, estão em estoque e...

O que é armazém autoportante e como funciona?

O que é armazém autoportante e como funciona?

O Armazém Autoportante é um sistema criado para maximizar o rendimento de um espaço para estocagem em combinação com estruturas de armazenagem convencionais ou automáticas. Seu diferencial é que ele pode ser construído, em parte, apoiado nas bases de um ambiente —...

7 cuidados para a segurança no armazenamento de produtos químicos

7 cuidados para a segurança no armazenamento de produtos químicos

A preocupação com a segurança, saúde e bem-estar dos colaboradores tem que ser uma das prioridades das empresas. O manuseio e armazenamento de produtos químicos demanda uma série de ações voltadas para a identificação e prevenção dos riscos inerentes a esse tipo de...

Share This